Projeto Ludoteca no MAB

Museu da Abolição inicia projeto de implementação da Ludoteca

Espaço será o primeiro nos museus do Estado e atividades serão focadas na cultura afro-brasileira

 Nos últimos dias, um grupo formado por historiadores e antropólogos, apresentaram os resultados da primeira etapa da pesquisa sobre cultura afro-brasileira com foco em brinquedos e brincadeiras que integra o projeto “Ludoteca no Museu da Abolição”, que será implantado no Museu no próximo semestre através de recursos do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura). O projeto é pioneiro em museus do Estado e visa otimizar o espaço cultural do MAB para oferecer à população um ambiente de práticas lúdicas e educativas, onde serão tratadas várias questões e temáticas ligadas à cultura afrobrasileira.

 A idéia, segundo a produtora cultural, Clarisse Fraga, diretora da Bureau de Cultura e Turismo, empresa responsável pela produção executiva do projeto, é que o local passe por uma verdadeira reestruturação no intuito de abrigar objetos, brinquedos e jogos que irão compor o acervo da ludoteca. “O museu já dispõe de um espaço físico para tal, porém encontra-se em desuso. E o projeto visa justamente aproveitar esse ambiente de modo que ele se torne permanente e ofereça aos visitantes, sobretudo crianças e adolescentes, atividades lúdicas e de lazer a fim de preservar a memória do lugar, aproximando-os da sua história, identidade e manifestações culturais” pontua.

 

A nova etapa do projeto, que já foi iniciada, consiste no trabalho dos brinquedistas (profissionais da área de recreação e lazer) que são responsáveis pela seleção e criação das brincadeiras baseadas nas pesquisas desenvolvidas pelos historiadores e antropólogos. A originalidade e inovação do projeto se refletem na própria constituição do espaço, já que será o primeiro existente nos museus do Estado, como também, na dinâmica de funcionamento da ludoteca, já que a mesma se consolidará como um espaço interativo, lúdico, recreativo e educativo onde a criança ou jovem terá a oportunidade de desenvolver a iniciativa e autonomia, enriquecendo as suas interações sociais e exercendo a cidadania.

 Por fim, a ludoteca será um espaço com acesso gratuito para a população e também contará com acessibilidade em todo o seu espaço físico, na tentativa de atrair e integrar todos os públicos, inclusive as pessoas com deficiência. 

Bureau de Cultura apresenta pesquisa para a Ludoteca no MAB
Bureau de Cultura apresenta pesquisa para a Ludoteca no MAB. Foto de Clarisse Fraga.
Publicado em