Exposição Cicatrizes, de Braz Marinho

Exposição Cicatrizes

Exposição Cicatrizes

O Museu da Abolição-MAB apresenta a Exposição “Cicatrizes” do artista plástico Braz Marinho, composta por desenhos, pinturas, esculturas e vídeo instalação, escolhidas sob a curadoria de Karem Almeida, Raul Córdula e Charles Martins que traduzem um breve resumo da trajetória do artista plástico. Braz Marinho figurou entre os representantes da arte contemporânea nordestina, e do concretismo. Entre traços, linhas, formas geométricas, cortes, recortes, cores e instalações, as obras apresentadas, produzidas em várias etapas da carreira do artista, mostram a expressividade, a criatividade do autor e sua poética. Paraibano de nascença (Souza) adotou Pernambuco como seu lugar, e em Recife fincou suas raízes artísticas e afetivas.

“Cicatrizes” instiga o público a refletir sobre o cotidiano social marcadamente opressor e sobre a banalização de questões existenciais como a violência à qual somos submetidos diariamente, a opressão do capitalismo e as liberdades individuais desprezadas. É por este motivo que o Museu da Abolição abre suas portas para oferecer a oportunidade de reflexão sobre as questões que mobilizaram o artista e, desta forma, homenagear Braz que se foi, mas deixa em seu acervo o registro de sua visão e crítica do mundo, que em seu conjunto “resulta numa só obra: um poema visual sobre estes conceitos”, como afirmou Raul Córdula.

Informações:

Em exibição no MAB, desde setembro de 2014, a Exposição Cicatrizes do artista plástico Braz Marinho, composta de desenhos, pinturas, esculturas e instalações, se despede do MAB no dia 07 de maio. Horários: das 9h às 17h de segunda a sexta e das 13h às 17h aos sábados.