Museus e memórias indígenas

No dia 21 de setembro, às 15h, dentro da Programação da Primavera de Museus que neste ano traz o tema “Museus e Memórias Indígenas”, o Museu da Abolição promove a Roda de Diálogo: A Jurema Sagrada – entre práticas e memórias.

Para tratar do tema, o MAB convidou o Prof. Sandro Guimarães de Salles, Doutor em Antropologia (UFPE) que possui vasta pesquisa no campo da Jurema e da história e cultura dos povos indígenas, além de Alexandre L’Omi L’Odò, Mestrando em Ciências da Religião pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e Coordenador Geral do Quilombo Cultural Malunguinho que vem desenvolvendo pesquisa quanto ao processo de patrimonialização da Jurema Sagrada.

O Culto à Jurema pode ser resumido como um processo semiótico, fundamentado no culto aos mestres, caboclos e reis, cuja origem remonta aos povos indígenas nordestinos.

A participação na Roda de Diálogo é gratuita e o Museu conferirá certificado digital aos participantes.

Serviço:

Roda de Diálogo: A Jurema Sagrada – entre práticas e memórias

Rua Benfica, 1150, Madalena. Recife-PE

Informações: 81 3228.3248

Publicado em